quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Uniube promove "peneira" de basquete ....e mais

O objetivo da peneira é a formação de futuros atletas da modalidade

O curso de Educação Física da Universidade de Uberaba vai promover neste sábado (12), às 8h, uma seleção, também conhecida no meio esportivo como "peneira", para garotos interessados na prática do basquetebol, nascidos nos anos de 1997, 1998 e 1999. Para participar, basta ligar para o número 3319-8833 e fazer a pré-inscrição e comparecer às quadras cobertas do campus Aeroporto da Universidade de Uberaba, às 8h do dia 12 de setembro, sábado, acompanhado dos pais ou responsável, apresentando um documento de identificação (Registro de Nascimento, Carteira de Identidade).

A ideia do projeto de extensão denominado "Uniube Basquetebol", que conta com a supervisão do professor Silas Queiroz de Souza e dos alunos do curso de Educação Física, Mariana Eufrásio e Gustavo Leão, é de promover a prática do basquete a partir de uma orientação metodológica voltada para a formação de futuros atletas da modalidade. Nesse sentido, torna-se imprescindível vincular o projeto aos demais programas de ensino, pesquisa e extensão já existentes no curso.

Ex-professor da Uniube integra Corregedoria do CNJ
O magistrado Nicolau Lupianhes Neto é o mais novo juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça. Ele foi professor na Universidade José do Rosário Vellano de Alfenas (Unifenas) e na Universidade de Uberaba (Uniube). O juiz é titular da Vara da Infância e Juventude de Uberaba (MG) e, desde o dia 17 de agosto, integra a equipe da Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a convite do corregedor-nacional, ministro Gilson Dipp. Sua atuação deverá ser, sobretudo, nas questões relacionadas à infância e juventude.

Na magistratura desde 1996, Lupianhes foi juiz titular da Vara de Família, Sucessões e Infância de Alfenas (MG) durante cinco anos, antes de vir para Uberaba. Também atuou nas comarcas de Uberlândia e Monte Belo, em Minas Gerais. Ele é mestre em Direito Público pela Universidade de Franca (Unifran), em São Paulo. Embora tenha sido requisitado para integrar a equipe da Corregedoria apenas por este período, Lupianhes contribui com os trabalhos do CNJ desde o mês de maio, quando foi convidado para participar do mutirão carcerário do Espírito Santo, na análise da situação dos adolescentes em conflito com a lei que cumpriam medidas de internação e socioeducativas no Estado. Também participou dos mutirões de Pernambuco, Ceará, Bahia e Alagoas. "O mutirão carcerário é um verdadeiro suporte de constitucionalidade e cidadania àqueles que muitas vezes estão esquecidos", destacou.

Como integrante da equipe de juízes auxiliares da Corregedoria, os quais classifica como "desbravadores de um novo tempo do Judiciário", Lupianhes vai auxiliar nas inspeções feitas no Judiciário dos Estados e pretende concentrar seu trabalho nas questões da infância e juventude. "Este é um momento propício para as mudanças que se fazem necessárias na Justiça brasileira e no CNJ podemos realizar um grande trabalho", concluiu.

Ex-aluno da Uniube é aprovado em concurso e assume cargo na VISA
O médico veterinário do Rio de Janeiro, Marcelo Blanes, formado pela Universidade de Uberaba (Uniube), em 2003, pós-graduado em saúde pública pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e que morava fora desde 2005, está de volta a Uberaba. Ele foi aprovado no concurso da Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG) em segundo lugar e assume o cargo de veterinário especialista em Políticas e Gestão da Saúde, na Vigilância Sanitária (VISA) na Gerência Regional de Saúde do município.

Blanes já trabalhou em clínicas de Uberaba e em fazendas. No Rio de Janeiro, também, e, ainda, no frigorífico e na Prefeitura do Rio com cirurgias. Ele conta que está muito satisfeito no novo cargo e que a equipe é ótima. "O nosso trabalho é proteger a saúde da população, e em Minas as ações têm obtido muito êxito", frisa. Acrescenta que a VISA de Uberaba é referência e atende 27 municípios.

Alunos de Comunicação são premiados em Curitiba pelo 10º ano consecutivo
Uma equipe de alunos de Publicidade e Propaganda do curso de Comunicação Social da Universidade de Uberaba (Uniube) foi premiada na 16a Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom 2009) – o principal concurso universitário na área de Comunicação no país. A fotonovela "Em busca de respostas", criada pelos alunos Renato Vieira, Talles de Oliveira, Aline Ferreira e Loren dos Santos, ficou em segundo lugar na categoria "Áreas Emergentes". O trabalho foi apresentado no 32o Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, promovido pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), em Curitiba (PR). Renato Vieira foi ao congresso para representar os colegas.

A fotonovela foi resultado de um trabalho acadêmico realizado no primeiro período da faculdade, quando os alunos cursavam a disciplina Fundamentos Científicos da Comunicação. Nesse trabalho os alunos desenvolvem conceitos básicos de comunicação corporal, de antropologia aplicada à comunicação e de semiótica. Com esse resultado, o curso de Comunicação da Uniube completa dez anos ininterruptos conquistando prêmios na Expocom.

Trabalho de coordenador de curso da Uniube é aceito em congresso na BA
Alexandre Faria Lima vai apresentar o trabalho no 3º Congresso Iberoamericano de Química Analítica - Foto Divulgação
O trabalho Avaliação de Banho Ultrassônico para a Extração Acelerada de Metais em Fertilizantes, de autoria do coordenador do curso de Licenciatura Plena em Química – Educação a Distância (EAD), Alexandre Faria Lima, foi aceito no 3º Congresso Iberoamericano de Química Analítica (CIAQA) e o 15º Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA), que acontecerá do dia 18 a 21 de outubro, em Salvador (BA).

Lima destaca que a análise de metais pesados em fertilizantes possibilita o controle de possíveis impactos ambientais causados nos solos e em redes pluviais, por efeitos cumulativos e por rotas de aporte aos mananciais, que, por sua vez, podem influenciar inclusive à saúde humana, considerando todo o ciclo biogeoquímico. O preparo de amostras de fertilizantes estabelecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é o emprego de extração em chapa quente na presença de ácidos concentrados (HNO3 e HCl) que leva cerca de 30 minutos.

No trabalho apresentado, de acordo com ele, os experimentos iniciais para a extração de cobre e chumbo em fertilizantes em meio de ácido diluído com auxílio de um banho ultra-sônico. Os parâmetros analíticos foram avaliados em comparação ao método estabelecido pelo Mapa. A determinação dos metais nos extratos foi realizada empregando espectrometria de absorção atômica em chama, apresentando resultado favoráveis para otimização do método oficial, visto a que técnica de banho ultra-sônico não é aplicada em análise de fertilizantes atualmente. Esse trabalho vem sendo desenvolvido simultaneamente com as atividades de mestrado na Universidade Federal de Uberlândia sob a orientação do professor-doutor Rodrigo Muñoz.

Rose Dutra
Assessoria de Comunicação

Universidade de Uberaba (Uniube
)

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura