sábado, 20 de agosto de 2011

Unitecne aplica Modelo Cerne

Incubadora de Tecnologia e Negócios da Universidade de Uberaba recebe bolsistas financiados pela Fapemig para implantação do modelo Cerne

A Incubadora de Tecnologia e Negócios (Unitecne) da Universidade de Uberaba (Unitecne) recepcionou dois bolsistas financiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). O administrador e pós-graduando em Gestão de Projetos, Darccelio Wildson de Freitas e Silva, e a jornalista, Mariana Gondim dos Reis, assumiram os cargos responsáveis pela implantação do modelo Cerne na Incubadora.

Os bolsistas terão prazo de oito meses para implantar e adaptar as necessidades da incubadora aos processos e práticas chaves estipulados pelo Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). Para a bolsista Mariana Gondim, o crescimento do país está ligado ao desenvolvimento no que se refere a empreendedorismo e inovação, investimento e fomentos atuais, por isso é de extrema importância aplicar modelos bem sucedidos para alcançar eficácia nos resultados.

"A Unitecne é destaque na cidade e região, e proporciona, na minha visão, um trabalho de disseminação e avanço do empreendedorismo inovador, portanto, atrelar meus conhecimentos a essa Unidade me faz uma profissional ascendente na contribuição com o crescimento do nosso país", ressalta Mariana.

Já para o administrador Darccelio Wildson de Freitas e Silva, é gratificante trabalhar na Unitecne buscando o fortalecimento da gestão de inovação, através da implantação da segunda etapa do modelo Cerne (Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos).

"O trabalho a ser realizado passa pela criação de programas de qualificação, capacitação, consultoria e assessoria empresarial às spin-off acadêmicas e empreendedores, além do aprimoramento da gestão da Incubadora. Hoje, vejo que as empresas que possuem a inovação como estratégia para a gestão do negócio, estão preparadas para agir às ações dos concorrentes, buscando a satisfação dos clientes e criando a motivação para a equipe de funcionários", avalia Darccelio. Além da Unitecne, a Fapemig aprovou, em abril, as propostas de outras 15 incubadoras mineiras referentes ao edital 19/2010. De acordo com o edital, será distribuído valor superior a R$ 1 milhão entre as incubadoras, com o objetivo de propiciar o aprimoramento dos processos internos e métodos de gestão. O aporte financeiro ainda pretende estimular o intercâmbio de conhecimentos entre as incubadoras.

A Unitecne - A Unitecne é vinculada à Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão, Propepe, e é responsável pelo Programa de Empreendedorismo e Inovação da Uniube, com objetivo principal de coordenar ações visando à disseminação da cultura do empreendedorismo e da inovação; a criação e o fortalecimento de empreendimentos de base tecnológica e inovadores; contribuindo, assim, com o desenvolvimento da região.

Quem possui algum projeto e queira participar do processo seletivo da Unitecne e conhecer mais sobre o trabalho da incubadora, basta acessar o site:

Rose Dutra | Comunicação Uniube
--
FarolComColetivo de Imprensa
rede web de informação e cultura