segunda-feira, 11 de julho de 2011

Mostra Artística TIM ArtEducAção em Uberaba amanhã (12)

"Um circo chamado desejo" é o tema do espetáculo oferecido para a cidade, dia 12 de julho, às 19h, no Cine Teatro Vera Cruz, com entrada gratuita.

 

Quem não conhece a famosa história de amor de Romeu e Julieta? Mas quando o casal é formado por um palhaço e uma bailarina que adoram goiabada com queijo, tudo muda. A inusitada história "Um circo chamado desejo" vai ser apresentada pelos cerca de 100 alunos do TIM ArtEducAção durante a Mostra Artística de Uberaba, dia 12 de julho, às 19h, no Cine Teatro Vera Cruz. A entrada é gratuita.

 

A articuladora do Programa na cidade, Silvia Regina Sidney, ressalta o envolvimento de todos com a Mostra. "As crianças estão apaixonadas pelas as oficinas. Dá pra notar a mudança na vida delas: estão mais disciplinadas e aprenderam a trabalhar em equipe", afirma. O tema do circo foi escolhido em homenagem à oficina de artes circenses, novidade este ano.  

 

Para o idealizador do programa TIM ArtEducAção, Marcelo Soares de Andrade, "a mostra artística representa muito mais do que uma apresentação dos resultados das oficinas, elas concretizam todo o trabalho feito conectando as mesmas a partir de um tema central no qual o espetáculo se desenvolve, permitindo o encantamento e formação de platéias. A magia da arte então se manifesta. É um orgulho para os alunos, que participam no palco, e para os pais que presenciam, muitos pela primeira vez, o poder transformador da arte", afirma.

 

O diretor artístico da Mostra Artística de Uberaba, Diógenes Marques, conta que foi feita uma pesquisa em cima dos espetáculos Romeu e Julieta e Um Trem Chamado Desejo do Grupo Galpão. "O Charlie Chaplin e o Mazzaropi também foram grande fonte de inspiração para os personagens. Vamos mostrar toda a magia do circo", adianta. Ele conta que serão utilizados elementos diferenciados para apresentar modalidades artísticas já conhecidas. "A capoeira será apresentada de uma forma diferente, fugindo da roda tradicional", exemplifica.  

 

Um dos grandes entusiastas da Mostra Artística é o arte-educador da oficina de artes circenses, Jader Marinho. Ele revela que a oficina está em evidência e por isso os alunos estão bem entusiasmados. Ele é ex-aluno do Programa e sabe a importância deste aprendizado para a vida das crianças. "Ingressei no TIM ArtEducAção em 2002, aos 17 anos. Comecei na oficina de teatro e não parei mais. Eu era muito tímido e chorão e hoje sou professor e formado em educação física". O professor Jader também é conhecido como Palhaço Pipoca, personagem que o acompanha há quase 10 anos. "Acredito que a criança tem que se divertir, assim o aprendizado flui de maneira mais natural. Vejo que as oficinas são um momento para extravasar. No começo tinha muito briga e discussão, mas hoje as crianças são companheiras e apóiam umas às outras", finaliza.

 

Edna Mara Pantaleão, arte-educadora da oficina de coral também acredita no poder transformador do TIM ArtEducAção. "Esta Mostra é muito importante para a vida delas. Essas crianças nunca tiveram a oportunidade de participar de um espetáculo. Elas ainda não têm noção de como tudo vai ser. É muito importante elas serem as protagonistas e se sentirem valorizadas", afirma, reforçando a importância do retorno e admiração da platéia para a autoestima e crescimento das crianças participantes.    

 

Há 10 anos oferecendo oficinas artísticas a cerca de cinco mil alunos da rede pública de ensino, em 12 cidades mineiras, o TIM ArtEducAção proporciona aos alunos a oportunidade de não só aprender uma arte como também desenvolver o seu lado cidadão, atuando de forma ativa em sua comunidade.

 

Capacitação

 

Uma das novidades do ANO 10 foi a ampliação da capacitação dos arte-educadores, que participaram de oficinas de maquiagem, figurino, cenografia, adereçaria e iluminação no Centro de Produção Técnica da Fundação Clóvis Salgado, na Vila Marzagão, em Sabará (MG). Eles também passaram por mais uma capacitação com idealizador do Programa, Marcelo Soares de Andrade, que percorreu todas as 12 cidades ministrando a oficina Diálogos Sobre Construção do Espetáculo. "O Marcelo conhece muito de espetáculo. Vimos o quanto ele tem a ensinar e acrescentar em nossas vidas. Ele nos mostrou que é importante termos confiança no que fazemos", diz Jader Marinho.

 

Participação

Para o presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Fábio José Macciotti Costa, o Programa TIM ArtEducAção trouxe uma série de benefícios para a cidade, como a inclusão cultural de crianças e jovens e a valorização da manifestação artística. "A parceria dá certo há 10 anos e a cada ano somos surpreendidos com o resultado do trabalho." ressalta Macciotti.

 

"Além das grandes transformações sociais que o programa vem acumulando ao longo de 10 anos, é importante ressaltar também a parceria e a integração que ele promove entre as iniciativas pública, privada e terceiro setor, formando o verdadeiro tripé sustentável do investimento social. É um programa conduzido e administrado de forma profissional, sem que os profissionais envolvidos percam a sensibilidade necessária para utilizar a arte como instrumento que proporciona novas oportunidades", destaca o diretor Consumer da TIM em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, Fernando Mota.

 

Desenvolvido em várias cidades do Estado, o TIM ArtEducAção está presente em Araxá, Barbacena, Governador Valadares, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Poços de Caldas, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Varginha e Viçosa. Realizado desde 2001 o Programa tem obtido resultados positivos nas cidades mineiras beneficiadas pela iniciativa. O TIM ArtEducAção é coordenado pela ONG Humanizarte e patrocinado pela TIM, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A Prefeitura Municipal de Uberaba é parceira do Programa, através da Secretaria de Educação e da Fundação de Cultura, que é realizadora do TIM ArtEducAção na cidade há 10 anos.

 

SERVICO

Mostra Artística TIM ArtEducAção em Uberaba

Data: 12 de julho, às 19h.

Local: Cine Teatro Vera Cruz, Rua São Benedito, 290, Centro.

Entrada franca, sujeita à lotação do teatro (1.100 lugares)


Flávia Rios | Rede

--
FarolComColetivo de Imprensa
rede web de informação e cultura