sexta-feira, 8 de julho de 2011

Megaleite 2011 bate novos recordes

Com a participação das principais raças leiteiras do país, a 8ª edição da Megaleite 2011 registrou recordes nos torneiros leiteiros, sediou importantes debates e atingiu expressiva movimentação financeira. A feira, ocorrida de 26 de junho a 3 de julho, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), teve um volume de negócios estimado em R$ 50 milhões, incluindo as vendas de animais em13 leilões e cinco shoppings, além da comercialização de produtos pelas empresas participantes do evento.

Em sete dias de mostra, passaram pelo Parque Fernando Costa cerca de 40 mil pessoas de vários estados brasileiros e também do México, Venezuela, Colômbia, Índia e Holanda. O público conferiu a qualidade genética de dois mil animais de sete raças bovinas (Girolando, Gir Leiteiro, Guzerá, Sindi, Simental, Pardo-Suíço e Indubrasil), além de búfalos.

No Torneio Leiteiro da raça Girolando, foram registrados três recordes. Entre eles, da fêmea ¾ de sangue Serra Bela Odyssey Bruna, que atingiu a maior produção da feira com 217,360 kg/leite em nove ordenhas e média de 72,453 kg/leite. O recorde anterior era de 72,320 kg/leite de média. Também houve recorde na raça Gir Leiteiro. A vaca Via Fia JMMA superou a própria marca atingindo produção total 148,180 kg/leite e média de 49,393 kg/leite.  Além do recorde mundial, a vaca foi é a grande campeã da raça na Megaleite. A lista dos campeões da feira, tanto do Torneio quanto do julgamento, está disponível no site da Girolando (girolando.com.br/megaleite2011).

Pela primeira vez, a feira teve o projeto Megaleite Sustentável. Cerca de 100 kg de resíduos de saúde animal foram coletados. Já a coleta seletiva de embalagens gerou mais de uma 1,4 toneladas de materiais, que foram destinados para reciclagem. Houve também a coleta de óleo de fritura gerado por restaurante que funcionou durante a feira. Os 129 litros de óleo coletados por uma empresa especializada foram trocados por detergente e água sanitária.

Na parte de responsabilidade social, a feira recebeu três mil estudantes no projeto Giroleite, cujo objetivo é mostrar às crianças e adolescentes como funciona a cadeia produtiva do leite.

A Megaleite também teve importantes debates. Com a presença de diversas autoridades nacionais, a abertura oficial da mostra levou ao público presente as novidades do texto do Código Florestal. Durante a audiência pública externa da Comissão da Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, os parlamentares explicaram as principais alterações na legislação.

Outro evento que marcou esta edição da feira foi a entrega do Mérito Girolando, que este ano foi concedido aos criadores Gabriel Donato de Andrade e Orostrato Olavo Barbosa.

Larissa Vieira | Imprensa
--
FarolComColetivo de Imprensa
rede web de informação e cultura