sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Polo de Excelência Bovina mostra ações na Expogenética 2009

Polo de Excelência Bovina mostra ações na Expogenética 2009

Reginaldo Cangussu
Estande do Polo de Excelência de Genética Bovina na Expôgenética 2009
Estande do Polo de Excelência de Genética Bovina na Expôgenética 2009
 

Ver Imagens     

UBERABA (21/08/09) - O Centro de Inteligência em Genética Bovina (CIGB), ação do Polo de Excelência em Genética Bovina, do Governo de Minas , entrará em funcionamento em 60 dias. A informação foi divulgada, nessa quinta-feira (20), em Uberaba, no Triângulo Mineiro, na primeira reunião do Comitê Gestor – composto por 21 instituições, entidades e secretarias de Estado - dentro da 2ª Expogenética. Já o Plano de Negócios do polo, documento orientador das ações, estará concluído na primeira quinzena de novembro. 

Desenvolvido em ambiente virtual, o CIGB vai reunir informações estratégicas geradas pelas instituições de pesquisa, agentes do setor e organismos nacionais e internacionais. O centro vai ainda: captar, organizar e gerir informações técnicas, científicas, econômicas e sociais de interesse da cadeia produtiva da genética bovina. 

A idéia, segundo a gerente executiva do Polo de Excelência em Genética Bovina, professora Beatriz Cordenonsi, é concentrar num único espaço virtual todas as informações relativas à genética bovina. "Existe muito de genética bovina hoje na rede, mas as os conteúdos não são disponibilizados da forma que pretendemos, ou seja, fazer a genética deixar de ser vista como algo acessível apenas à elite", explica. Outro ponto considerado essencial ao Centro de Inteligência é a interatividade com especialistas, criadores e demais interessados no assunto. 

Quanto ao Plano de Negócios, ele vem sendo elaborado pela empresa Rehagro, sediada em Belo Horizonte. O objetivo do documento é orientar as ações do pólo, que ouvirá sempre o Comitê Gestor na tomada de decisões. Cordenonsi evidenciou as condições de Uberaba como capital mundial do zebu e centro mobilizador de negócios e pesquisas para o melhoramento genético, como fundamentais para abrigar o Polo de Excelência em Genética Bovina, além da parceria estabelecida com a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), onde pólo se encontra instalado. 

Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) é responsável pelo projeto Polos de Excelência, cuja finalidade é articular as competências de áreas em que o estado detém massa crítica, tradição e expertise para consolidar a liderança em segmentos como café, leite, florestas plantadas, mineração e metalurgia, recursos hídricos, e por último, o mais novo deles, o de genética bovina. 

Reunião 
A gerente executiva ressaltou a importância da presença de todos os integrantes do Comitê Gestor na primeira reunião do polo, incluindo o Sebrae, que trouxe pessoal das unidades local, estadual e nacional. Houve também a definição de que as reuniões do Comitê Gestor do Polo de Excelência serão realizadas uma vez por mês. 

Ao expor as políticas para a inovação, a coordenadora do projeto Rede Estadual de Ciência, Tecnologia para Inovação Agroindustrial, Fátima Carvalho, explicou o ambiente criado pelo governo mineiro visando ao desenvolvimento científico e tecnológico do Estado, em uma parceria efetiva com as universidades e iniciativa privada. Carvalho destacou o Sistema Mineiro de Inovação (Simi), as ações estratégicas e a crescente soma de recursos, incluindo o repasse de 1% da receita corrente líquida para a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), responsável pelo financiamento de boa parte dos projetos coordenados pela Sectes. 

Ainda na reunião do Comitê Gestor, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) mostrou um pouco do seu trabalho iniciado com as primeiras importações de zebu entre 1870 e 1875. A entidade possui 18 mil associados e tem 13,5 milhões animais registrados; 2,5 milhões animais avaliados pelo melhoramento genético; 75 anos de Expozebu, e conta com o único museu do gênero no mundo capaz de atrair 50 mil visitantes por ano. 

O Comitê Gestor do Polo de Excelência em Genética Bovina é formado pelas secretarias de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes);Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa)Desenvolvimento Econômico (Sede) ; ABCZ; Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia); Embrapa Gado de Leite e Embrapa Gado de Corte; Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG); Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado de Minas Gerais (Epamig); Faculdades Associadas de Uberaba (Fazu); Faemg; Fetaemg; Indi; Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA); Sebrae Minas; Universidade de Uberaba e as universidades federais de Minas Gerais (UFMG), Lavras (Ufla), Uberlândia (UFU), Viçosa (UFV) e do Triângulo Mineiro (UFTM).


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura